Presidente

11 de agosto de 2011 nenhum comentário

Cavalo agradece votosMilton Cavalo está à frente da direção do PDT de Osasco. Eleito na Convenção do partido realizada em 2011, Cavalo comanda uma direção repleta de líderes que tomaram para si a tarefa de reconstruir o partido na cidade e de fortalecê-lo para a disputa eleitoral de 2012. O objetivo é claro: contribuir com a construção da Osasco do futuro que os moradores da cidade tanto desejam e merecem.

Embora jovem (nasceu em 1964), Cavalo é militante histórico da cidade, passou pelos principais movimentos e espaços de articulação da política municipal e do movimento social até chegar à diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região e, depois, à presidência do PDT de Osasco.

A vida política começou no movimento estudantil, na década de 1980, quando era trabalhador da maior empresa de Osasco, a Cobrasma. Aos 19 anos, era aluno da Escola Estadual Julia Lopes. Nessa época, foi eleito representante da escola no Congresso de Reconstrução da UEO (União dos Estudantes de Osasco).

Em 1983, iniciou sua militância junto ao grupo trotskista Alicerce. Naquele ano, descordou da filiação da UEO à CUT. Achava que entidade estudantil não deveria se filiar a uma central de trabalhadores. Foi essa rejeição que o fez ganhar a simpatia de outros estudantes até que, um ano depois, fosse eleito presidente da UEO com a participação de 13 mil estudantes em eleições diretas.

Em 1984, acumulava a presidência na UEO, à militância no Sindicato dos Metalúrgicos e no movimento pró-diretas de Osasco. Representava ainda os estudantes na comissão que defendia a legalização do PC do B.

Cinco anos depois, disputou pela primeira vez as eleições no Sindicato. Fazia parte da chapa de oposição. Começava ai sua trajetória no comando de uma das principais entidades de trabalhadores do país.

Desde 1997, Cavalo foca sua atenção à administração do Sindicato e ao contato com os trabalhadores e suas reivindicações. Experiência que foi ainda mais qualificada com a graduação em Administração de Empresas, em 2010.

A presidência do PDT de Osasco desenvolve uma outra vertente do trabalho do sindicalista, já que no partido é possível discutir os problemas do trabalhador no seu lugar de moradia, se preocupando com o trabalhador em todos os aspectos.

O trabalho no partido significa a possibilidade de colocar à disposição dos osasquenses o conhecimento adquirido por meio da experiência, da formação política e universitária em prol do desenvolvimento da cidade.

Comentários

comentários

Leia também

Comentários